Gerenciamento predial e o facilities management

Gerenciamento é prédio e espaços funcionando direito, com bons profissionais e boas experiências e resultados positivos para todos os seus stakeholders

Estamos respeitando o projeto inicial de “prédio inteligente” ou estamos desligando os seus respectivos sistemas de automação? Nosso prédio está se adaptando às mudanças tecnológicas? Qual papel o prédio desempenha na comunidade? Como está sendo gerenciado o impacto do prédio no meio ambiente? Estamos usando os recursos condominiais e outras ferramentas para entregar o melhor serviço aos ocupantes, proprietários e investidores? Quanto estamos comprando e pagando e o quê estamos comprando para o prédio? Quanto e como está avaliado o seu prédio quando comparado a valores de mercado? A competência e a remuneração do seu gerente predial é compatível com o valor do prédio? Quantos anos tem seu prédio? Será que ele precisa de uma modernização? Quem são os usuários da edificação e quais os serviços e/ou experiências que são proporcionados a esta comunidade predial, àquela que paga a conta? Se você tem um real gerenciamento profissional, deve ter todas estas respostas e, certamente, um equipamento predial com baixa taxa de vacância.

Um gerenciamento honesto e funcional de uma edificação pode ser proporcionado por um profissional íntegro, qualificado, experiente e atuante em seu setor e que também saiba se comunicar e se relacionar com pessoas: de um porteiro a um presidente. Atualmente, as áreas de Facilities e Properties Management se convergem e se ocupam desta tarefa. A atividade de Facility Management (FM) deve gerar experiências significativas para usuários e clientes, impactando e produzindo transformações positivas para o negócio principal das organizações.

Assim, a área de FM integra a gestão de todas as atividades e serviços relacionados ao ambiente construído, exceção feita àqueles relacionados ao core business da organização. O aumento da complexidade dos sistemas prediais e a necessidade de utilizar os recursos de maneira eficiente requerem que os ambientes construídos e seus sistemas sejam geridos de maneira profissional para que se obtenha os resultados desejados por seus stakeholders. Para tanto, o profissional de FM precisa ter um entendimento holístico para entender os subsistemas que integram o equipamento predial; precisa ser proativo para lidar com mudanças internas e externas; saber se comunicar e, acima de tudo, precisa estar no comando da sua área e do seu desenvolvimento profissional.

É importante ressaltar que em 30 de novembro de 2017 ocorreu a reunião inicial de instalação da Comissão de Estudos Brasileira (ISO/ABNT – CEE 267), que está trabalhando em conjunto com mais de 48 países na validação e tradução das normas de Facilities Management (FM) para seus países, incluindo o Brasil. Esta normalização da atividade de FM vem contribuir, e muito, para alinhar a comunicação não só dos facilities managers e/ou gestores prediais, mas principalmente dos parâmetros de gestão, com uma linguagem comum para o mercado brasileiro e mundial.

Na nossa concepção, para se ter um processo de gestão de instalações e serviços com resultados – prédio funcionando – é importante implantar um modelo de FM, lembrando que o principal fator que deverá nortear este novo líder do FM será a sua capacidade de liderança e a sua inteligência na construção de escopos de contratação de serviços, bem como na gestão integrada destes contratos, juntamente com a empresa especializada dos serviços que serão terceirizados. E é exatamente aqui que as perdas de recursos podem ser reduzidas, desde que o parceiro conheça, de fato e tecnicamente, sua especialização.

Enfim, acabou o tempo em que uma edificação se bastava por si só, seja por sua localização, tecnologias embarcadas ou aparência arquitetônica deslumbrante. É preciso entender o equipamento predial de forma sistêmica para dar a ele um escopo correto de atendimento às suas demandas e de seus ocupantes. Além disso, é preciso lembrar que as rápidas mudanças tecnológicas e as crises que movem a economia nacional e mundial estão evidenciando, cada vez mais, a profissão de Facility Manager.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × dois =